Concorrência entre Diego e Éverton Ribeiro cresce no meio de campo do Flamengo


A decisão sobre quem será o armador do Flamengo na quinta-feira no clássico contra o Fluminense, no Maracanã, pelo Brasileiro, vai além da dúvida em relação às condições de Diego. Em recuperação de um problema muscular que o tirou da seleção brasileira, o meia corre contra o tempo para ser relacionado, mas enfrenta também a concorrência cada vez mais forte de Éverton Ribeiro.

Vaiado pela torcida e ainda mais em baixa desde que perdeu pênalti decisivo na final da Copa do Brasil, contra o Cruzeiro, Diego tem sido o preferido do técnico Reinaldo Rueda, mas cresce a chance de que isso mude com a ascensão do reserva. Os números dos dois no Brasileiro já são bem parecidos: Éverton soma 17 jogos, com três gols e quatro assistências. Já o titular tem 19 partidas, cinco gols e duas assistências.

- Éverton Ribeiro está cada vez melhor em seu trabalho, desempenhando bem seu papel. Ele é nossa principal alternativa para esse jogo - elogiou o treinador.

Até agora, o colombiano utilizou os dois juntos desde o início apenas três vezes em 13 partidas à frente do Rubro-Negro: duas vitórias e uma derrota. Pesou para isso a impossibilidade de Éverton Ribeiro jogar a Copa do Brasil. Sempre que a dupla esteve à disposição, porém, Diego largou na frente. Nas vezes em que ele foi titular sozinho com o técnico, o Flamengo acumulou duas vitórias e quatro empates. Quando Éverton Ribeiro começou, foram uma vitória, dois empates e uma derrota.

Rueda deve escalar o time do jeito que prefere: com dois pontas de velocidade (Everton e Berrío) e um centroavante (Guerrero, caso volte bem da seleção do Peru, ou Felipe Vizeu). Nesse esquema, só cabe um, Diego ou Éverton.





VEJA TAMBÉM:
> Após ser improvisado no ataque, Lucas Paquetá comemora chance na meia no Flamengo
> Pela internet, Guerrero diz que 'verdade será conhecida em breve'
> Jovens da base pedem passagem e correspondem no time do Flamengo




Comentários

Veja também











Mais notícias ->

REDES SOCIAIS